SAUDAÇÕES!

A cada dia vemos a necessidade de ajudar o planeta de alguma forma. Enquanto algumas entidades discutem em congressos mundiais, podemos, em nossa própria casa, bairro, cidade ou região, ir dando um apoio também.
EDUCAÇÃO AMBIENTAL é uma forma de atingir metas. Através dela podemos levar conhecimentos e dinâmicas para diversas pessoas, inclusive as crianças, que são solos férteis para o cultivo dessa idéia e também nunca esquecendo dos adultos.
Hoje estou mostrando um pouco de tudo que há de belo e diferente no mundo. A função do "ZooTerra" é emergir novidades. Quem sabe você, ou seu próprio filho, não desperte uma vontade de estudar tal bicho futuramente e contribuir para o mundo?
Por isso tudo, lanço uma pergunta: O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO PARA SALVAR O MUNDO?

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

VESPA PARASITÓIDE


Semanas atrás dei uma entrevista para um grupo de futuros jornalistas que estavam fazendo uma matéria para o TCC. Após várias perguntas e respostas também gravaram alguns bichos e perderam o medo de outros tocando em uma serpente.

Enquanto estávamos gravando no quintal de minha casa, uma das jornalistas apontou para o telhado e disse: “Olha, você cria abelhas também!?”. “Na realidade não se trata de abelhas”, respondi. “São vespas!”, concluindo. As jornalistas se entreolharam e acho que pensaram: “E não é a mesma coisa?”

Sempre encontramos esses erros, mas ninguém é obrigado a saber essas diferenças. Vamos ver melhor isto...


Abelha


Denominação comum aos diversos insetos da ordem Hymenoptera, onde também estão presentes as vespas e formigas. O representante mais conhecido é a Apis mellifera, originária do Velho Mundo*, que é criada amplamente para a produção de mel.

Apis mellifera


Abelhas do Novo Mundo** não possuem ferrão. A maioria destas pertence ao grupo das Meliponini. Apesar de não estarem classificados como Novo Mundo, também há algumas espécies na África e Austrália (Novíssimo Mundo***).

Jataí (Tetragonisca angustula)


* Velho Mundo compreende os continentes já conhecidos pelos europeus, como a Europa, Ásia e África;

** Novo Mundo é um dos nomes dados à América pelos europeus na época de sua descoberta. O continente era novo para os europeus;

*** Novíssimo Mundo é indicada para a Oceania por se tratar da última grande região do planeta a ser “descoberta”.



Vespa

Da mesma ordem das abelhas, Hymenoptera, são divididas em duas subordens Apocrita e Symphyta. As larvas Apocrita são carnívoras ou parasitóides, enquanto as Symphyta são herbívoras. No Brasil são conhecidas como “marimbondos” as vespas da família Vespidae, Pompilidae e Sphecidae. Em algumas regiões também são chamadas por zangões. As vespas são extremamente importantes no controle biológico uma vez que quase todos os insetos considerados como praga têm uma vespa como predador natural.

Vespa parasitóide

Antes de tudo, parasitas são animais que buscam garantir, através de um ser de outra espécie, algum benefício que não são capazes de conseguir sozinhos. As vespas parasitóides, parasitas, ou ainda vespa tarântula, são aquelas carnívoras que se alimentam justamente desse hospedeiro.

Elas costumam procurar por uma lagarta, aranha ou até mesmo outro animal ao qual será seu “voluntário” para sua investida. Ao achar a vítima, com diversos rasantes e várias tentativas, pois nem sempre é tão fácil assim, a vespa dá uma ferroada no futuro hospedeiro. Seu veneno paralisa temporariamente o animal enquanto ela introduz um ou mais ovos no mesmo. Há casos que o hospedeiro continua levando sua vida normalmente e outros que são mantidos frescos, dentro de um túnel ou qualquer outro lugar protegido, onde as larvas nascerão posteriormente e se alimentarão dele durante este seu desenvolvimento.

Vale lembrar que a picada de uma vespa é tão dolorida que em certos casos pode desencadear uma série de complicações, especialmente se a pessoa for alérgica a picadas se insetos.

IMPORTANTE: Ao ser picado por qualquer tipo de vespa, abelha, ou outros animais dotados de veneno é de extrema importância procurar um médico capacitado para o bom atendimento do paciente. Evite as práticas caseiras, pois não têm fundamentos científicos e quando funcionam foi por coincidência. Estas atitudes dificultam e prejudicam ainda mais o estado do paciente. Portanto, cuidado!


A vespa, com aproximadamente 5 cm, captura uma aranha caranguejeira.


Após abrir um buraco ou montar o abrigo a vespa coloca o hospedeiro no seu interior e tampa a entrada com pedras colocadas como um quebra-cabeça.


Observe que, enquanto a vespa tenta depositar o ovo em uma lagarta, um macho tenta acasalar (Foto: Renato Caleme, tirada no Zooparque em Itatiba/SP).

Esta Ampulex compressa usa como hospeiro uma barata.

Abaixo um vídeo feito durante um dia de trabalho. Neste dia não sabia o nome da bendita, mas tive que procurar para colocar em um mini-curso sobre animais peçonhentos. Ela é conhecida por Vespa-tarântula (Pepsis ruficornis), tem 5 cm e vive no interior de matas. No filme ela captura uma aranha armadeira (Phoneutria nigriventer) fêmea adulta.

video



Vespa-tarântula (Pepsis ruficornis)


Desperte sua curiosidade e pesquise mais sobre esses magníficos animais!


Agradecimento:

Biólogo William Zaca: Sugestão da matéria

Próxima matéria: ESPÉCIES INVASORAS

Abraços!

9 comentários:

Betschart, Paulo Fernando disse...

cara, mto interessante isso, cumpadi!!!

poço de conhecimento!!

Continue firme nessa!!

Abraço!

Camila disse...

Olá!
Uma ex aluna me indicou seu blog e eu adorei!
Passarei sempre por aqui para saber das novidades da natureza.
Tbém criei um blog, ainda é um bebezinho, passa por lá...
Camila
biomomento.blogspot.com

Danianderson Carvalho disse...

Olá Camila, tudo certo!?

Fico que feliz que tenha gostado do blog. Não estou atualizando sempre (a proposta era uma vez por semana), pois estou com vários assuntos. Mas penso em colocar matérias constantemente. Me passa teu e-mail para que eu lhe avise qdo atualizar.
Ah, quem era essa aluna? Será que a conheço?

Teu blog tbm está muito bacana. Gostei dele.

Vamos unir forças e ajudar o planeta.

Abraços.

Marina disse...

Daniii..sou eu a ex-aluna!hehe
Camilia foi minha professora de biologia do Ensino Médio. A melhor!! Ai eu indiquei seu blog, que é muito bom também! INcentivei a volta dele por isso mesmo..

Continue postando Dani..não leio sempre, mas acompanho sempre que posso!

BJoo*
Marina

Danianderson Carvalho disse...

Oi Mari!

Então né, imaginei mesmo que fosse vc, rs. Mairiporã...

Beijo grande e se cuide.

Camila disse...

Pois é Dani, foi a Marininha mesmo.
A melhor? Uau! Obrigada Marina!
Dani, que bom que gostou do blog, tbém estou gostando de fazer.
Obrigada!
Camila

Danianderson Carvalho disse...

Ei, Camila, cadê teu e-mail?

Abraço

Camila disse...

Ops, aí vai o e-mail...
procamilabio@gmail.com
Obrigada,
Camila

Anônimo disse...

good points and the details are more specific than elsewhere, thanks.

- Norman